Proteção Civil em defesa dos apicultores

Há uma guerra silenciosa entre a vespa velutina e os apicultores mas do lado destes está a Proteção Civil que é responsável por dizimar os ninhos desta praga também conhecida por vespa asiática.

Em resposta à denúncia de um apicultor local e referenciada por técnicos da associação Aguiarfloresta, uma equipa da Proteção Civil Municipal deslocou-se ao terreno com o intuito de dizimar o ninho invasor.

Desta feita, o ninho encontra-se no cume de uma oliveira. Em casos anteriores no concelho, já avistámos um no cume de um castanheiro e outro na parte exterior de uma habitação.

Munida do equipamento necessário para atacar o ninho, a equipa aproximou-se do local e aplicou o líquido que serve de alimento fatal desta praga que está a dar cabo dos apiários. A mais recente ação verificou-se a 18 de setembro no norte do concelho.

A rápida deteção e eliminação dos ninhos de vespa velutina levam ao controlo da praga e à minimização da sua expansão nas regiões afetadas.

Mostra de Produtos Locais na Feira das Cebolas

A Mostra e Venda de Produtos Locais realiza-se a par da venda de cebola, isto é, a partir das 14 horas do dia 24 e prolonga-se durante o dia 25 de setembro.

Todos os anos – além dos vendedores de cebolas e demais produtos do campo que vêm de toda a região para a Feira das Cebolas – há mais de uma dezena de produtores do concelho com produtos 100 % aguiarenses onde se pode encontrar hortícolas, frutícolas, leguminosas, mel, e outros produtos locais.

Esta mostra é dinamizada pelo Gabinete de Apoio ao Agricultor que promove este encontro de convívio entre produtores do concelho que, além de venderem os respetivos produtos, confraternizam e participam noutras atividades promovidas pela autarquia.

A mostra e venda de produtos locais decorre habitualmente nas tasquinhas localizadas na praça Camilo Castelo Branco, junto aos Paços do Concelho.

A tradicional Feira das Cebolas conta este ano com atividades no domingo (dia 23), segunda (dia 24) e terça-feira (dia 25).

Receção aos agentes educativos para o ano letivo 2018/2019

A festa de Abertura do Ano Escolar decorreu esta quarta-feira, 12 de setembro, no Cineteatro Municipal. Nas intervenções a cargo do presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado e do Diretor Executivo do Agrupamento de Escolas de Vila Pouca de Aguiar, José Teixeira, ambos evocaram o agente educativo Jorge Oliveira, aposentado no ano letivo 2017/2018.
Na sessão solene, Alberto Machado começou por realçar a importância do professor como «agente de mudança» e expressou que os agentes educativos têm o «papel mais nobre» da sociedade. O autarca sublinhou que «apenas podemos contar com nós próprios» para uma educação de qualidade no nosso concelho onde o cerne da educação será sempre o aluno, lembrando algumas medidas como, por exemplo, «revertemos a gestão da cantina em Pedras Salgadas para aumentar a qualidade».
José Teixeira, diretor do Agrupamento de Escolas, abriu com uma palavra aos agentes educativos: «não duvido que todos vão fazer o seu melhor pelos alunos; está tudo organizado para o arranque do ano letivo».
O dirigente acrescentou que o Agrupamento tem «um orçamento mais reduzido» e menos assistentes quando os problemas (e as respostas) são os mesmos; todavia, graças aos recursos já existentes e empenho do pessoal, as instalações estão limpas e os espaços vigiados e seguros; e «a nossa autarquia resolve muitos problemas que cabia ao poder central resolvê-los»!
De seguida, os participantes rumaram à vila termal de Pedras Salgadas para visitar o museu “Pedras Experience” e após visita a este novo equipamento localizado no parque termal, a comitiva desloca-se ao Centro Hípico de Pedras Salgadas onde há prática de equitação e golfe.

I Cãominhada no concelho será a 22 de setembro

A Associação de Defesa dos Animais e Ambiente de Terras de Aguiar está a promover a I Cãominhada Anipur que se realizará no próximo dia 22 de setembro.

Através da ecopista/ciclovia, o percurso será a partir do centro de Vila Pouca de Aguiar até à localidade de Nozedo e regresso à sede de concelho.

Esta atividade é de inscrição obrigatória (http://bit.ly/2QbtGJV), sendo necessário que quem participa se faça acompanhar do seu animal com trela e sacos para dejetos e, em caso de animais de raça potencialmente perigosa, o uso de açaime. Esta 1ª Cãominhada tem o apoio da autarquia.

Refira-se ainda que a Associação e o Município estabeleceram uma parceria para uma campanha de sensibilização contra o abandono de animais que será tornada pública antes do início da época de caça em terreno livre (7 de outubro).

A cultura da cebola é rentável; Gabinete municipal ajuda na produção

O território de Vila Pouca de Aguiar apresenta excelentes condições de solo e clima para a produção de cebola. Refira-se que o solo para a produção de cebola deve ser arenoso, bem drenado, rico em matéria orgânica e com Ph neutro.

O Gabinete de Apoio ao Agricultor está a desenvolver um trabalho de proximidade com o produtor onde se inclui a deslocação do técnico ao campo para avaliação dos requisitos à produção, acompanhamento da cultura e apoio na comercialização.

Este tipo de aconselhamento para o agricultor é gratuito e a respetiva logística também fica a cargo do Município. Acresce que, através desse estudo prévio e das operações culturais indicadas, a cultura da cebola é altamente rentável.

A cebola é uma das mais antigas espécies hortícolas cultivadas no mundo e é atualmente a segunda cultura hortícola mais importante (a primeira é o tomate). Portugal tem mantido a sua produção de cebolas nas 120 mil toneladas apresentando uma balança comercial bastante deficitária (importa cem vezes mais do que exporta), pelo que há uma forte possibilidade de ser bem-sucedido.

É ainda de relevar a importância do bolbo na saúde e bem-estar das pessoas dado que a cebola é rica numa substância de origem vegetal (flavonóides) com efeitos antioxidantes, anti-inflamatório, protetor cardíaco, analgésico, antialérgico, anticancerígeno, antidiabético e anti úlcera. Entre outros fatores, consumir cebola dá a sensação de saciedade.

A tradicional Feira das Cebolas e o apoio do Gabinete do Agricultor

A tradicional Feira das Cebolas conta este ano com atividades no domingo (dia 23), segunda (dia 24) e terça-feira (dia 25). A venda da cebola inicia-se às 14 horas do dia 24 e prolonga-se durante o dia 25 de setembro. Este certame regional é promovido pelo Município e EHATB.

São muitas as atividades previstas: no domingo à tarde, o jogo do malhão, concertinas, corrida de burros e corrida de cavalos em passo travado, na segunda à tarde, mostra e venda de produtos locais e degustação de caldo da cebola nas tasquinhas e à noite a desfolhada à moda antiga que será protagonizada pela Associação Acrepes.

No dia da feira – 25 de setembro – logo a partir das 8 horas, mostra e venda de produtos regionais, animação com concertinas e teatro de rua que será protagonizado pela companhia Filandorra. Entre o final da manhã e o início da tarde, irão realizar-se dois concursos nos locais habituais, o da maior cebola (Praça Camilo Castelo Branco) e o pecuário (Complexo Desportivo). Aqui seguir-se-á as chegas de carneiros e de bois. As atividades culminarão com o tradicional baile das cebolas, cuja protagonista será a Rosinha que completará o pacote de espetáculos e demais atividades da edição de 2018.

Gabinete de Apoio ao Agricultor

O território do concelho de Vila Pouca de Aguiar apresenta excelentes condições de solo e clima para a produção de cebola. Refira-se que o solo para a produção de cebola deve ser arenoso, bem drenado, rico em matéria orgânica e com Ph neutro.

O Gabinete de Apoio ao Agricultor está a desenvolver um trabalho de proximidade com o produtor onde se inclui a deslocação do técnico ao campo para avaliação dos requisitos à produção, acompanhamento da cultura e apoio na comercialização.

Este tipo de aconselhamento para o agricultor é gratuito e a respetiva logística também fica a cargo do Município. Acresce que, através desse estudo prévio e das operações culturais indicadas, a cultura da cebola é altamente rentável.

A cebola é uma das mais antigas espécies hortícolas cultivadas no mundo e é atualmente a segunda cultura hortícola mais importante (a primeira é o tomate). Portugal tem mantido a sua produção de cebolas nas 120 mil toneladas apresentando uma balança comercial bastante deficitária (importa cem vezes mais do que exporta), pelo que há uma forte possibilidade de ser bem-sucedido.

É ainda de relevar a importância do bolbo na saúde e bem-estar das pessoas dado que a cebola é rica numa substância de origem vegetal (flavonóides) com efeitos antioxidantes, anti-inflamatório, protetor cardíaco, analgésico, antialérgico, anticancerígeno, antidiabético e anti úlcera. Entre outros fatores, consumir cebola dá a sensação de saciedade.

IV Encontro Sénior: Inscrições até ao dia 28 de setembro

O quarto Encontro Sénior vai realizar-se no dia 7 de outubro, no pavilhão Dr. Francisco Gomes da Costa.

Promovido pela Câmara Municipal, o encontro de convívio junta centenas de idosos de todo o concelho. As 14 Juntas de Freguesia colaboram na logística deste acontecimento.

Este evento social é destinado a pessoas com mais de 65 anos de idade que se inscrevam gratuitamente até dia 28 de setembro.

O 4º Encontro Sénior vai incluir celebração de eucaristia, almoço de convívio e tarde musical. Refira-se que o Dia Internacional do Idoso é celebrado no início do mês de outubro.

Este encontro sénior é uma das medidas do Município para combater o isolamento das pessoas e promover uma comunidade inclusiva e ativa.

Programas municipais dinamizaram dois meses de verão com muitas atividades para crianças e jovens

Os Campos de Férias e Ocupação Temporária de Jovens que se realizaram até 31 de agosto providenciaram um verão pleno de atividades a crianças e jovens do concelho. Em termos globais, houve 418 inscrições nos respetivos programas.

Os mais novos – com alimentação nas cantinas – participaram em diversas atividades culturais e desportivas, tais como piscina e parques aquáticos, dança, artes plásticas, acampamento, visitas à GNR e Bombeiros.

Para os mais crescidos, há um incentivo aos jovens por cada dia de trabalho que, em síntese, é auxiliar técnicos de entidades locais, pelo que puderam inscrever-se em Museu, Biblioteca, Ludoteca, Piscinas, Complexo, Lagoa do Alvão, entre outros espaços.

No Campo de Férias, houve 214 inscrições; na Ocupação Temporária de Jovens, houve 204 inscrições.

Instalação de fibra óptica em Vila Pouca de Aguiar e Pedras Salgadas

Já estão a decorrer os trabalhos para a instalação de uma rede de comunicações eletrónicas de alta velocidade em Vila Pouca de Aguiar e Pedras Salgadas.

A conclusão dos trabalhos para a implementação de fibra óptica está prevista até ao final deste ano. A obra está a cargo da empresa DST que, por sua vez, ajusta com determinada operadora a prestação de serviços telefónicos e Internet à comunidade.

Segundo o vereador do Município, Luis Nascimento, foi assinado um contrato de cedência de terreno público para a instalação de um POP – Point of Presence – e, em contrapartida, a DST compromete-se a instalar fibra óptica em vários edifícios públicos bem como alargar a rede inicialmente prevista.

Recorde-se que há uns anos o Estado português lançou um concurso para a instalação da referida rede no Alto Tâmega que, então, excluiu Chaves e Vila Pouca de Aguiar por possuírem uma boa capacidade instalada. Entretanto, a empresa demonstrou querer concluir o circuito da rede de fibra óptica e o Município encetou, de imediato, contactos tendo em vista a sua instalação no referido território.

Reunião de Câmara em Telões

A reunião de Câmara em Freguesia de Telões foi dirigida pelo presidente do Município, Alberto Machado. O executivo foi recebido a 23 de agosto pelo autarca Luís Sousa.

A abrir os assuntos da ordem do dia, foi aprovada a ata da reunião anterior (9 de agosto). De seguida, foi aprovada por unanimidade a proposta de apresentação de candidatura relativa à remodelação do edifício do Tribunal para criação de Loja do Cidadão.

A finalizar, foi unânime a atribuição de subsídios no âmbito da ação social escolar para o 1º ciclo e pré-escolar. Após os assuntos da ordem do dia, os presentes abordaram assuntos do concelho e em particular da freguesia de Telões.