Sendo a concorrência o fator fundamental da atividade económica, a procura de vantagens competitivas é um desígnio essencial para o sucesso de um investimento.
O concelho de Vila Pouca de Aguiar apresenta-se como um local de excelência para a prosperidade de um projeto empresarial.
Aqui convivem e competem sadiamente todos os sectores de atividade.
Apresentamos uma das zonas nacionais de maior exploração granítica de grande qualidade.

As excelentes e múltiplas acessibilidades assim como as importantes infraestruturas instaladas são aliadas fundamentais das nossas empresas, estabelecendo condições para ótimos laços transacionais quer com clientes, quer com fornecedores, fortalecendo a dinâmica empresarial e fomentando as exportações.

A multiplicidade de opções, serviços e condições naturais oferecidas na área do turismo, cultura e lazer, além de potenciarem projetos destas áreas, são também notáveis opções de receção de potenciais clientes e o motivo de regresso e persistência dos atuais.

Apresentando múltiplos fatores de atratividade lúdica e turística, estão criadas as condições ideais para o fomento comercial, nomeadamente um comércio de proximidade que se empenhe na boa recetividade, na diferença e na qualidade.

Os investimentos em Vila Pouca de Aguiar, estão isentos do pagamento da derrama autárquica, que poderá corresponder em outros municípios a um máximo de 1,5 % sobre o lucro tributável do IRC.

Se o seu objetivo é investir com primazia sobre a concorrência, o nosso concelho é a escolha certa!

Principais indicadores estatísticos:

• População (residente)
População total (Censos 2011): 13187
População em 2015=12430População [0-14] (projeção mais recente): 1535
Percentagem de população [0-14] (projeção mais recente): 11,6%
População [15-24] (projeção mais recente): 1347
Percentagem população [15-24] (projeção mais recente): 10,2%
População [25-64] (projeção mais recente): 6844
Percentagem população [25-64] (projeção mais recente): 51,9%
População [65 + [(projeção mais recente): 3461
Percentagem população [65 + [(projeção mais recente): 26,2
Taxa de crescimento da população (entre 2 últimos Censos): o concelho perdeu 8,8% da população entre 2001 e 2011 (população em 2001= 14998; população em 2011=13187)

• Qualidade de vida
Poder de compra per capita: 62.41%
Caixas de multibanco por 10.000 habitantes: 8
Bibliotecas por 10.000 habitantes: 1
Pavilhões desportivos por 10.000 habitantes: 3
Piscinas por 10.000 habitantes: 3
Médicos por 1.000 habitantes: 1,9
Farmácias por 1.000 habitantes: 0.3
Área de grandes superfícies retalhistas alimentares por 1.000 habitantes: 1
Custo por m2 da habitação: 650€

• Atividade económica
Empresas total: 1564
Agricultura, produção animal, caça, floricultura e pesca: 553
Indústrias extrativas: 22
Indústrias transformadoras: 56
Construção e obras públicas: 135
Comércio, hotelaria e restauração: 383
Empresas em administração pública, saúde e outros: (Educação e saúde=112)

• Serviços às empresas
Dependências bancárias por 1.000 empresas: 1
(10 dependências existente no concelho em 2015)
Agências de seguros por 1.000 empresas: 1

• Acessibilidades e transportes
Densidade viária da rede nacional do distrito:
Tempo de viagem a Lisboa por estrada: 4h30m
Tempo de viagem a Porto por estrada 1h30m
Postos de abastecimento de combustíveis por 1.000 veículos: 0.6
Tempo de viagem a aeroporto internacional: 1h20m
Tempo de viagem a porto marítimo internacional (transporte de contentores): 1h20m

• Impostos e investimentos do estado
Taxa de derrama municipal sobre o IRC: 0,00%
Investimento municipal por habitante: 141.45€ (POPULAÇÃO DE 14.998)
IMI para prédios urbanos: 0.00%

Apoios ao tecido empresarial