Skip to content
Reunião de Câmara 12 março

O Plano de Contingência do Município de Vila Pouca de Aguiar referente ao Coronavírus foi conhecido em reunião de Câmara de 12 de março.

O Plano pretende antecipar e gerir o impacto do vírus garantindo a continuidade da operacionalidade do Município, mantendo serviços essenciais em funcionamento, reduzindo riscos de contaminação e restabelecendo a normalidade da situação tão rápido quanto possível, entre outros objetivos.

Perante o presidente da Câmara, Alberto Machado e os demais autarcas eleitos, o Plano de Contingência do Município de Vila Pouca de Aguiar foi apresentado por Duarte Marques, Coordenador Municipal da Proteção Civil que administra a sua respetiva implementação.

Esta reunião de Câmara que se realizou nos Paços do Concelho teve início com apreciação e aprovação da ata da reunião anterior e, após conhecimento do Plano de Contingência, seguiu-se a proposta de campanha de vacinação animal.

De seguida, ficou decidido não adjudicar as lojas 6 e 11 do Mercado Municipal. No âmbito de ação social escolar, houve uma reavaliação de subsídio. Avança a atribuição de bolsas de ensino superior, assim como uma comparticipação à Associação de Estudantes; ainda no Agrupamento de Escolas, há protocolo para fornecimento de refeições aos alunos dos cursos CEF 3º ciclo e cursos profissionais do ensino secundário.

Houve, depois, pontos relativos a comparticipações à Santa Casa local; à comissão fabriqueira VPA/IEFP; e à associação Animódia. E ainda outros pontos também aprovados: elaboração de manuais e serviços de promoção relativos ao Caminho de Santiago; protocolo com a associação Santo Humberto e contrato de cedência de bens culturais com a autarquia de Vila Real; aprovação do tema do 7º Concurso Literário; e acordo de parceria relativo ao Plano Nacional de Leitura.