A agricultura é essencial à vitalidade do mundo rural, assegurando um conjunto de fatores ambientais, económicos e sociais.
Dadas as caraterísticas do concelho de Vila Pouca de Aguiar, a agricultura a par da pecuária, assumem grande expressividade, sendo inquestionável a sua importância na sustentabilidade da economia rural, na manutenção da biodiversidade e preservação da paisagem rural.
A Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar considera estas áreas prioritárias. Deste modo, tem vindo a desenvolver um trabalho de apoio a este setor, que tem passado por um acompanhamento direto e personalizado através do Gabinete de Apoio ao Agricultor.

O Gabinete de Apoio ao Agricultor tem como objetivos gerais:
– Aproximar a comunidade dos serviços públicos.
-Garantir uma maior e melhor saúde pública, nos domínios da sanidade animal, higiene pública veterinária, melhoramento agrícola e zootécnico.
-Combater o abandono das zonas rurais.
-Incentivar a criação de empresas e o desenvolvimento das já existentes.

Serviços Prestados na área da Agricultura:
-Apoio ao licenciamento de recursos hídricos.
-Elaboração de processos com vista ao licenciamento por parte das entidades competentes APA, Agência Portuguesa de Ambiente e ICNF, Instituto Nacional de Conservação da Natureza e Florestas (poços, nascentes, furos, captações de água e limpeza das margens de cursos de água, regularização de margens, reparação de pontões e recuperação de açudes).
-Recolha e preparação de amostras de solos, folhas e água de rega para análise.
-Receção e tratamento de dados relativos aos processos de pedido de comparticipação das campanhas de vacinação por parte dos produtores agropecuários do concelho.
-Organização de sessões de esclarecimento temáticas.
-Atendimento diário aos agricultores na área do aconselhamento agrícola entre outros.


PDR2020: Investimento na Exploração Agrícola – Horticultura, Pecuária extensiva e intensiva

PRAZO:  Aberto de 8 de Julho de 2019 às 12:00 a 2 de Agosto de 2019 às 17:00

OPERAÇÃO 3.2.1. INVESTIMENTO NA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA

Esta operação tem como objetivo apoiar a realização de investimentos na exploração agrícola destinados a melhorar o desempenho e a viabilidade da exploração, aumentar a produção, criar valor, melhorar a qualidade dos produtos, introduzir métodos e produtos inovadores e garantir a sustentabilidade ambiental da exploração, visando nomeadamente:

  • A utilização eficiente do recurso água, incluindo a adoção de tecnologias de produção;
  • A gestão do recurso água, incluindo investimento em melhoramento de infraestruturas de rega tendo em vista as suas condições de segurança;
  • A proteção e utilização eficiente do recurso energia, incluindo a adoção de tecnologias de produção;
  • A melhoria de fertilidade e da estrutura do solo;
  • A redução da volatilidade dos preços dos fatores/produtos agrícolas;
  • A produção e/ou utilização de energias renováveis, com exceção da bioenergia a partir de cereais e outras culturas ricas em amido, açucares e oleaginosas, desde que pelo menos 70% produção de energia seja para consumo da exploração.

Salientar:

  • Valor minino de Investimento 25.000,00€.
  • Apenas uma candidatura por beneficiário.
  • Financiamento não reembolsável até 40%.

Critérios de análise:

  1. Agrupamento de Produtores, organização de produtores associação ou cooperativa;
  2. Localização do Investimento( Majoração para zonas desfavorecidas);
  3. Gestão de Risco ( Majoração para explorações seguradas)
  4. Natureza dos investimentos;
  5. Investimento com impacte ambiental relevante;
  6. Modo de produção ( Majoração para agricultura Biológica);
  7. Autossuficiência familiar ( majoração se comprovado pelo IFAP);
  8. Rentabilidade Económica do Investimento.

Anúncio de abertura de período de apresentação de candidaturas:

Setorial 1 / N.º 19 / Ação 3.2.1 / 2019 – Setor da Horticultura

N.º 20 / Ação 3.2.1 / 2019 – Setor da pecuária Extensiva

N.º 21 / Ação 3.2.1 / 2019 – Setor da Pecuária Intensiva