Alberto Machado foi empossado para um novo mandato como presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar (2017-2021).
O autarca garantiu que a Câmara estará atenta e ativa para garantir o futuro da população, uma autarquia amiga e próxima das pessoas e de combate à exclusão social.
Alberto Machado referiu áreas de atuação municipal para garantir a coesão territorial e a equidade social, designadamente educação, crescimento verde, desenvolvimento económico, produtos locais e empreendedorismo.
O ato de instalação dos órgãos do Município (Assembleia e Câmara) decorreu a 12 de outubro no Cineteatro Municipal.
A sessão iniciou com a tomada de posse referente aos mandatos à Assembleia Municipal, que continuará a ser presidida por Álvaro de Sousa que assinalou que neste dia 12 de outubro importa agradecer a forma expressiva como os aguiarenses se expressaram, sublinhando que fará um mandato com o rigor e a isenção possíveis.
À Assembleia Municipal foram empossadas 35 pessoas, sendo 24 sociais-democratas (12 mandatados e 12 autarcas das freguesias) e 11 socialistas (9 mandatos e dois autarcas das freguesias). À Câmara foram empossadas 7 pessoas, sendo quatro do PSD e três do PS.
Relativamente às Assembleias de Freguesia, os sociais-democratas conquistaram 12 juntas (Alfarela, Alvão, Bornes, Bragado, Capeludos, Sabroso, Telões, Tresminas, Pensalvos/Parada de Monteiros, Valoura, Vreia de Bornes e Vreia de Jales) e os socialistas conquistaram duas juntas (Soutelo e Vila Pouca de Aguiar).
No final da sessão de instalação dos órgãos do Município, realizou-se a primeira reunião da Assembleia Municipal com a eleição da mesa, a saber: Álvaro de Sousa, Armando Mourão e Diná Sarmento.
Refira-se que na Assembleia de Apuramento Geral, a 3 de outubro, foram conhecidos os resultados finais das eleições aos órgãos autárquicos. Nesse sentido, o PSD alcançou 4.994 votos, o PS arrecadou 3.524, o CDS teve 321 e a CDU com 73 votos. Houve ainda a registar 172 votos em branco e 147 nulos. No total, houve 9.219 votantes (57,24%). Para a Assembleia Municipal, o PSD com 4.815 votos elegeu 12 deputados e o PS com 3.638 elegeu 9 deputados.