No total são cerca de trinta mil Euros que a Câmara Municipal providencia aos alunos do Agrupamento de Escolas e às coletividades juvenis do concelho para, nas palavras do autarca Alberto Machado, decidirem o que consideram mais importante para execução em território concelhio.

Uma das mais antigas bandas filarmónicas do país acaba de vencer o orçamento participativo jovem do concelho aguiarense, designado de Autarquia Jovem.

Pontido Cultural é a proposta vencedora que inclui um documentário, uma exposição permanente e vários eventos de cariz cultural. Presidida por Hugo Pinto, a Banda terá agora ao seu dispor 13 mil Euros para elaborar um documentário histórico, transformar a casa de ensaio num espaço museológico com dinâmicas culturais.

Criada em 1765, a Banda Musical do Pontido conta com sessenta músicos, dos 10 aos 60 anos de idade. Há 120 pessoas do concelho que frequentam a escola de música do Pontido onde aprendem bombardino, clarinete, saxofone, trompete e outros instrumentos musicais.

A proposta Pontido Cultural enquadra-se na quarta sessão do orçamento participativo que foi direcionada para associações juvenis, escuteiros e jovens até aos 30 anos. As demais sessões de orçamento participativo foram dirigidas à comunidade escolar.

Com o valor máximo de 5.000€ por proposta, as candidaturas vencedoras são as seguintes: primeiro ciclo (escola digital); segundo e terceiro ciclo (requalificação de pavilhões escolares); ensino secundário (requalificação de auditórios escolares).

O programa Autarquia Jovem foi criado pelo Município de Vila Pouca de Aguiar para promover a cidadania participativa entre os mais novos.