Vila Pouca de Aguiar quer que a mobilidade elétrica abranja o território concelhio, nomeadamente na instalação de carregadores de rede pública.

Os deputados municipais aprovaram por unanimidade uma moção sobre mobilidade elétrica com aplicabilidade ao Interior de Portugal.

O documento menciona a intenção do governo de instalar carregadores da rede pública e de fornecedores particulares nas sedes de concelho, no entanto, devem ser complementados com outros pelo território, dando como exemplo, a existência de centros empresariais e de indústria ao longo da Estrada Nacional 2. Tal permitiria, acrescenta a moção, carregamentos aos particulares e ao setor empresarial, e uma opção ao crescente número de turistas que nos visita.

A moção visa derrubar obstáculos à utilização de veículos elétricos e híbridos por parte da comunidade local inserida numa região com relevo e clima bastante irregulares.

A moção foi aprovada por unanimidade em Assembleia Municipal (26 de setembro) e enviada à Presidência da República, Governo, Assembleia da República, CCDRN, Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega, ANMP e ANAFRE.