Uma família do concelho de Vila Pouca de Aguiar vai ter uma renovada casa através de apoios resultantes de uma parceria no campo social.
A Fundação Manuel António da Mota, representada por Maria da Mota Sá, a Câmara Municipal, representada pelo presidente Alberto Machado e a Junta de Freguesia do Alvão, representada pelo autarca António Guedes, celebraram a 13 de setembro um protocolo com o objetivo de recuperar uma habitação.
A família Oliveira, residente em Pinduradouro, vive em condições de «precariedade habitacional» e através desta parceria será possível realizar obras de reabilitação melhorando as condições de vida do agregado familiar.
A Fundação Manuel António da Mota dará apoio ao longo dos próximos quatro anos no setor da habitação no concelho aguiarense.
O valor total da obra de recuperação da habitação é de 12.557,96€, cabendo à autarquia a comparticipação de 8.009,24€ (e processo de viabilização, projeto e licenciamento da obra) e o valor remanescente da obra caberá à respetiva Fundação. Já à Junta local, compete-lhe apoiar na corrente gestão do apoio municipal atribuído à família.