Os «sucessivos cortes e falhas no serviço móvel e de banda larga» e as «diversas reclamações» dos aguiarenses fazem com que os deputados tenham aprovado uma moção, a 26 de junho, a dar conta do «desagrado da população» que será enviada aos fornecedores nacionais de serviços e aos representantes do Estado Português.

Nesse sentido, a Assembleia Municipal de Vila Pouca de Aguiar aprovou por unanimidade, a 26 de junho, uma moção denunciando uma qualidade de sinal muito deficitária e uma parca cobertura ao nível das infraestruturas de banda larga.

Os deputados lembram os constrangimentos quer na vida das pessoas quer na atividade das empresas, pelo que, tem de ser assegurada uma cobertura global e um acesso permanente às redes de comunicação.

A situação é ainda mais gravosa porque já anteriormente a Assembleia Municipal tinha aprovado uma moção a reivindicar melhoria das infraestruturas de comunicação digital (23 de fevereiro de 2018), a verdade é que, corroboram os deputados, em especial com «a Altice Portugal, as falhas e cortes nos serviços móvel e de banda larga são constantes e duram várias horas».

Esta moção será enviada às administrações dos principais operadores de telecomunicações, bem como à Presidência da República, a vários ministérios do Governo e à ANACOM – Autoridade Nacional de Comunicações.