A Federação Portuguesa do Caminho de Santiago ‘nasceu’ em Pedras Salgadas, tendo participado na escritura 36 entidades nacionais, entre municípios e associações. E logo após a criação desta nova federação que visa gerir e dinamizar os caminhos de Santiago em território nacional, decorreu a primeira sessão de Assembleia, tendo decorrido a eleição para os órgãos sociais.

 

Na votação por ampla maioria, o Município de Vila Pouca de Aguiar preside à primeira direção da Federação Portuguesa do Caminho de Santiago. Há mais entidades que querem aderir a este novo organismo e estão a ultimar os respetivos processos administrativos.

 

Nesse dia, logo pela manhã houve o descerramento de uma placa comemorativa, seguida de caminhada em trilho de Santiago, ambas as ações com atuação da Filandorra.

 

Após a sessão solene, o presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado, o presidente da Federação Europeia do Caminho de Santiago, Jean Girodet, e mais representantes de entidades europeias, nacionais e regionais fizeram um brinde com acompanhamento musical por jovens da Banda do Pontido.

 

A criação da Federação Portuguesa do Caminho de Santiago aconteceu a 17 de maio, um dia após a realização do seminário internacional “Caminho de Santiago, um caminho no mundo” em que aprofundado o Caminho de Santiago no contexto europeu e mundial